Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


A importância do mar para a civilização helênica

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 
  • Destacar a importância do mar para a civilização helênica nos campos econômico, militar e cultural.
  • Identificar como a expansão marítima distingue os gregos das civilizações anteriores (como a egípcia e a da Mesopotâmia).
Ano(s) 
Tempo estimado 
4 aulas.
Material necessário 
  • Mapa do Mundo Antigo, destacando o Mediterrâneo
  • Ilustrações de embarcações usadas pelos gregos.
  • Reproduções de imagens dos deuses da mitologia grega.
  • Livros como Ruth Rocha conta a Ilíada (Cia das Letrinhas), Contos e lendas da Ilíada (Martins Fontes), Divinas aventuras (Cia das Letrinhas), A Ilíada e a Odisséia em quadrinhos (Ática) poderão enriquecer ainda mais essa aula.
Desenvolvimento 
1ª etapa 

Introdução 
A história da Grécia Antiga tem forte vínculo com o mar, especialmente quando estudamos Atenas. O comércio, a expansão das idéias, o imperialismo econômico-militar e os conflitos navais marcaram essa relação. No desenvolvimento das duas aulas aqui propostas, aponte essa particularidade da civilização grega, que a distingue das anteriores. Ressalte também que o domínio posterior dos romanos, fortes na ocupação por terra, também deve boa parte de seu êxito ao controle marítimo do Mediterrâneo, especialmente após as vitórias contra Cartago, durante as chamadas Guerras Púnicas. O episódio denota mais uma (entre tantas) influências gregas.

Comece conversando com os alunos sobre a importância que o domínio marítimo tem na história da Grécia Antiga. Explique, com a ajuda de um mapa da região, que o processo de expansão do império grego se deu primeiro pelo Mar Egeu e, em seguida, em direção à porção oriental do Mediterrâneo. Não fosse o conhecimento naval desenvolvido pelos gregos, dificilmente seria possível a formação da Magna Grécia, conjunto de cidades formadas na Sicília e no litoral sul da península itálica. Graças a essa presença, os helenos puderam ampliar o comércio grego.

Sugira aos alunos, nesse ponto, que pesquisem as relações entre as cidades-mãe e as colônias gregas ("apoikias", as colônias de povoamento, e "emporion", de exploração comercial). Explique como a expansão do comércio trouxe modificações no interior dessas cidades, como o aumento do número de escravos, entre outras.

Proponha também à turma uma busca sobre a relação entre a mitologia grega e o mar. A idéia é que os alunos tragam para a sala histórias como a de Poseidon, ou Netuno, o deus dos mares que habitava seu palácio em águas profundas.
Sugira a leitura de alguns dos livros indicados nos recursos didáticos desse plano.

Finalmente, proponha aos estudantes uma pesquisa sobre o a importância histórica e atual do Porto de Pireu, em Atenas, para a economia grega. Proposta de reflexão: peça para os alunos escreverem individualmente uma redação tendo como tema : "Os gregos e o mar". Selecione as 3 melhores e, no início da aula seguinte, peça para que os autores leiam o texto para a classe.

2ª etapa 

Nesta aula, concentre o estudo no desenvolvimento naval dos gregos. A expansão marítima e o conseqüente aumento dos interesses econômicos e militares exigiu dos carpinteiros gregos o desenvolvimento de embarcações cada vez mais ágeis e poderosas. Além de barcos para o transporte e o comércio, havia navios feitos exclusivamente para a guerra: as trirremes, que foram utilizadas em larga escala nas guerras pérsicas (como na célebre batalha de Salamina, século 5 a.C).

Fornecendo links e, se possível, a bibliografia indicada no final deste plano, peça aos alunos que pesquisem, em grupos, o processo de construção de navios na Grécia Antiga. Cada grupo fica responsável por um tipo de embarcação: para o comércio, para o transporte de pessoas e para a guerra. Solicite que desenhem em cartolinas como eram esses navios e que depois afixem os trabalhos nas paredes da sala, permitindo a comparação entre os diversos modelos.

Avaliação 

Ao lado dos desenhos, os alunos poderão acrescentar informações como capacidade (de passageiros ou de carga), velocidade, autonomia. Por fim, mostre aos alunos o trecho da obra Os Persas, do poeta grego Ésquilo, que narra a batalha de Salamina, destacando as referências ao mar. Se quiser, faça uma relação entre a época do domínio grego e o período das grandes navegações.

Ou ainda, discuta a importância do mar para outras civilizações cuja história já é conhecida por eles. Como os portugueses, por exemplo. E faça com que eles relacionem a história da navegação na Grécia Antiga com a lusitana.

Quer saber mais?

BIBLIOGRAFIA
Cardoso, Ciro Flamarion
. A cidade-estado antiga. São Paulo. Ática. 1993.
Finley, Moses. Os gregos antigos. Lisboa. Edições 70. 1988.
Guarinello, Norberto Luiz. Imperialismo greco-romano. São Paulo. Ática. 1987.
Jardé, A. A Grécia Antiga e a vida grega. São Paulo. EPU/EDUSP. 1977.
Mossé, Claude. Atenas: a história de uma democracia. Brasília. UnB. 1979.
Souza, Marcos Alvito Pereira de. A guerra na Grécia Antiga. São Paulo. Ática.1988.

FILMOGRAFIA
ULISSES (1955) de Carlo Ponti
A Odisséia (EUA, 1997) de Andrei Konchalovsky.
Tróia (EUA, 2004) de Wolfgang Petersen.
300 de Esparta (EUA, 2007) de Zack Snyder. 

 

 

 

Autor Nova Escola

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.