Aqui você pode pesquisar os planos existentes

 


EDUCAÇÃO NÃO TEM COR.

Publicado por 
professor
Objetivo(s) 

Buscar nossas próprias raízes a herança biológica e/ou cultural trazida pela influência africana.

Inicialmente, será conduzido pela simples observação de fotos de revistas sobre algumas coisas que fazem parte da cultura africana (comidas

, danças, vestimentas, etc.); estabelecendo a seguir um vínculo entre as curiosidades que surgirem dos alunos sobre o tema e a instigação provocada pelo professor no

intuito de ir avançando no conhecimento sobre o assunto.

Valorizar a cultura negra e seus afro-descendentes

e afro-brasileiros, na escola e na sociedade;•

Entender e valorizar a identidade da criança negra;   Redescobrir a cultura negra, embranquecida pelo tem po

Desmitificar o preconceito relativo aos costumes religiosos provindos da cultura africana;

•Trazer à tona, discussões provocantes, por meio das rodas de conversa, para um posicionamento mais crítico frente à realidade soci

al em que vivemos.

Conteúdo(s) 

Historicamente, o Brasil, no aspecto legal, teve uma postura ativa e permissiva diante da discriminação e do racismo que atinge a população afro-descendente brasileira

até hoje. Nesse sentido, ao analisar os dados que apontam as desigualdades entre brancos e negros, constatou-se a necessidade de políticas específicas que revertam o

atual quadro.

No campo da educação, promover uma educação ética, voltada para o respeito econvívio harmônico com a diversidade deve-se partirde temáticas significativas doponto de vista ético, propiciando condições desde amais tenra idade, para que os alunos e alunas desenvolvam sua capacidade dialógica, tomem consciência de nossas próprias

raízes históricas que ajudaram e ajudam a constituir a cultura e formar a nação brasileira, pois, o preconceito e o racismo são uma das formas de violência, diante

disso, quais as situações que temos possibilidadesde mudar? Qual seria a nossa contribuição concreta para viabilizar a conscientização das pessoas?

Ano(s) 
Tempo estimado 
5 dias
Material necessário 

O tema será desenvolvido na sala de aula por meio de atividades para a sua exploração,

sistematização e para a conclusão dos trabalhos. Os alunos devem fazer observações diretas no entorno familiar, observações indiretas

em ilustrações e/ou vídeos, experimentações e leituras. Para tanto vamos utilizar:

•livros, leitura

Audição, análise e ilustração da música de Milton N

ascimento “Uakti – lágrimas

do sul”;Ilustrações dos trabalhos de Candido Portinari – “M

Exibição de vídeo (clipes): ”Missa dos quilombos” –

música de Milton

Nascimento

Desenvolvimento 
1ª etapa 

O desenvolvimento do projeto estará em consonância com os blocos temáticos citados e será feito de acordo com as necessidades

da turma e a realidade local, estabelecendo o problema e a proposta de conteúdo para a classe. O tema será

desenvolvido na sala de aula por meio de atividades para a sua exploração,

sistematização e para a conclusão dos trabalhos. Os alunos devem fazer observações diretas no entorno familiar, observações indiretas

em ilustrações e/ou vídeos, experimentações e leituras. Para tanto vamos utilizar:

Flexibilização 

oral com avaliação de desenhos

Deficiências 
Intelectual
Autor Tery Medeiros

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.