Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


Analise o papel dos insetos no equilíbrio dos ecossistemas

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 

Reconhecer a complexidade de relações presentes num ecossistema

Ano(s) 
Material necessário 

Reportagem da Veja: Como uma praga bíblica

 

Desenvolvimento 
1ª etapa 

Introdução

Nos anos 60, virou bordão dos nossos agricultores uma observação feita no século XIX pelo naturalista francês Auguste de Saint-Hilaire: "Ou o Brasil acaba com a saúva, ou a saúva acaba com o Brasil". De fato, esse inseto é nocivo às plantações. Porém, menos de 100 das cerca de 15000 espécies conhecidas de formiga são consideradas pragas rurais ou urbanas. A classe sabe disso? VEJA alerta para as invasões de gafanhotos em várias regiões do planeta. O texto permite ensinar que a natureza pode ser ameaçadora... quando não sabemos lidar com ela.

Lembre que os insetos são os organismos ecologicamente dominantes nos ecossistemas terrestres do planeta. Desfaça a noção de que esses bichos são pragas, apresentando as relações que eles estabelecem com as plantas: polinização, dispersão de sementes, aeração do solo, reciclagem de nutrientes, controle de outras populações de insetos etc. Informe que uma drástica redução da população de insetos de uma floresta tropical significaria o colapso desse meio em alguns anos.


 

2ª etapa 

Mencione os gafanhotos que possuem costumes migratórios. Essas espécies são adaptadas a ambientes instáveis das regiões tropicais e subtropicais semi-áridas. Circunstâncias favoráveis (mais alimento, por exemplo) podem gerar populações maiores em grandes concentrações. O fato acarretaria várias mortes, mas essas espécies mudam de comportamento e alteram o próprio aspecto físico sob efeito da agregação. Formam nuvens que atingem grandes áreas. Isso diminui a mortalidade média e permite a ocupação e exploração rápida da região.

3ª etapa 

Conte que esses insetos habitam áreas onde as populações humanas dependem fortemente da agricultura. Outro aspecto é que o uso indiscriminado de pesticidas pode destruir os inimigos naturais dos gafanhotos sem dizimar a nuvem. É a deixa para falar dos novos conceitos de controle integrado de pragas, que aliam o manejo tradicional com pesticidas e o uso dos conhecimentos de biologia e ecologia. São usados inimigos naturais das pragas, além de substâncias - também naturais - que inibem etapas do desenvolvimento dos insetos ou que os confundem no período de reprodução. Mas como aplicar esse recurso em regiões carentes? Em certos casos, tal técnica é mais barata que a tradicional.

4ª etapa 

Discuta a biodiversidade e a importância ecológica dos insetos. Entre os trabalhos na área, vale destacar as pesquisas de Daniel Janzen. Examine também o modelo agrícola tradicional e o manejo integrado de pragas. Os textos de Ana Primavesi podem fornecer subsídio para o tema. Conduza os debates explorando os casos relatados por VEJA.

5ª etapa 

Estimule a reprodução de situações de pragas em softwares de simulação, como o Sim Earth. Explique que, quanto mais simplificado é o ecossistema, mais instáveis são as populações das espécies que o constituem. É o que ocorre quando a ação humana reduz a diversidade - em especial nos ecossistemas agrícolas.

Oriente uma pesquisa sobre pragas de gafanhotos no Brasil. O fato de ser tropical com regiões semi-áridas predispõe o país a ter esse tipo de problema?

Veja também:

Bibliografia
Ecologia Vegetal nos Trópicos
, Daniel Janzen, EPU, tel. (11) 3168-6077
Agroecologia: Ecosfera, Tecnosfera e Agricultura, Ana Primavesi, Ed. Nobel, tel. (11) 3706-1466
Internet 
O site www.gafanhotos.cnpm.embrapa.br traz um interessante relatório sobre o tema

 

Créditos:
Ricardo Paiva
Formação:
Professor do Colégio Santa Cruz, de São Paulo
Autor Nova Escola

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.