Ainda não há contribuições em grupos.

Você ainda não tem amigos adicionados

Eventos

Próximos Eventos

17/03/18
SOBRE O CURSO Discutir os principais aspectos do...
Adriana de Melo Ramos
publicou no grupo Violência Institucional na Escola

Atividade 4

Educadores, boa tarde!

Proponho que vocês, inicialmente, reflitam sobre a pergunta: Que tipo de adulto você gostaria que seus alunos se tornassem?

Agora, pensem sobre o que realizam de fato, independente das dificuldades que encontram, para que eles desenvolvam isso.

Quando tratamos sobre violência institucional (causada pela escola) é comum nos justificarmos com fatores externos. Quero esclarecer que não estou, de forma alguma, desconsiderando as dificuldades que encontramos na realidade educacional brasileira. Mas, o objetivo desse grupo é aprofundarmos a reflexão para tornar os educadores mais autônomos e responsáveis na lida com esses problemas. Não podemos desconsiderar que a escola possui muitos problemas de convivência, porém o que nosso grupo, o GEPEM, tem estudado é a natureza de cada um, o que pede intervenções específicas. Muitas vezes agimos da mesma forma com todos e não conseguimos bons resultados. 

Abaixo, coloco algumas definições para vocês. A proposta é que as leiam e listem onde as situações das Atividades 2 e 3 (Caso “Uberlândia” e “Valéria) contribuem para que esses problemas de convivência ocorram.

Um abraço e bom feriado!

Adriana Ramos

,
0

Comentar

Login ou registre-se para postar comentários

Comentários

No caso de Uberlândia vê-se claramente a ação de caráter violento, que ofende o Código Penal, a instituição Escola e o funcionalismo público. O despreparo dos docentes no caso da aluna Valéria configura-se como bullying. Submeter essa aluna ao constrangimento do não reconhecimento da autoria do trabalho é de uma mesquinhez e mediocridade inaceitáveis.
curtir
1

Gostaria que meus alunos se tornassem adultos inteligentes, com um ótimo emprego e futuro pela frente, com bons valores, que respeitam o próximo e suas diferenças, utilizam de formas democráticas para lidar com os problemas, que ajudam os outros etc. Espero que eu possa contribuir para que meus futuros alunos possam desenvolver isso, acredito que o professor pode contribuir para que tudo isso aconteça sendo persistente, compreensivo e sendo assim também, pois nós ensinamos mais com exemplos do que com palavras. E quanto às situações das atividades 2 e 3: no caso da Uberlândia (quando ela chega atrasada é Indisciplina Regimentar, ao quebrar a porta é Violência Branda e a escola ao chamar a polícia e a aluna ir presa é Agressões); no caso da Valéria é Bullying.
curtir
0

Que tipo de adulto você gostaria que seus alunos se tornassem? R: Que se tornem verdadeiros Cidadãos, profissionais de alto calibre para que possam levar a frente nosso Querido Brasil. Da Atividade 2: A aluna cometeu uma indisciplina regimentar chegando tarde a escola e uma Violencia Dura destruindo a porta da escola. Atividade 3: O professor cometeu um ato de violência na escola caracterizado como bullying contra a aluna Valeria.
curtir
0

Queria vê os alunos sendo adultos conscientes de seus deveres, autônomos e com habilidades diversas na profissão escolhida. Que a responsabilidade e os valores fossem vistos em ação para a transformação dos espaços em que for atuar. Trabalho todos os dias para que isso aconteça por meio dos estudos que proporcionamos a equipe escolar.A atividade 2 a aluna cometeu indisciplina regimentar e Violência Dura quando quebra a porta. Quanto a situação da aluna Valéria é bullying.
curtir
0

Alunos que cresçam com as habilidades do aprender a ser, a conviver, juntando todas essas bases, para um pilar bastante sustentável, para suas vidas futuras...
curtir
0

gostaria que meus alunos se tornassem adultos conscientes de seus deveres,usar a autonomia com responsabilidade e procurando ter habilidades diversas e principalmente na profissão escolhida. Que a responsabilidade e os valores fossem vistos em ação para a transformação dos espaços em que for atuar.
curtir
0