Ainda não há contribuições em grupos.

Você ainda não tem amigos adicionados

Eventos

Próximos Eventos

17/03/18
SOBRE O CURSO Discutir os principais aspectos do...
Adriana Jacobucci Ribeiro
publicou no grupo Gestão Financeira: uso dos recursos na escola

Atividade 1

Olá, sou Adriana Jacobucci Ribeiro. Sou professora da Rede Estadual de São Paulo desde 1993. Na prefeitura do município desenvolvo um trabalho de orientação, análise, liberação e conferência dos recursos financeiros destinados ao bom funcionamento das unidades educacionais. Estou na área da educação porque gosto do que faço e procuro contribuir na formação de jovens e cidadãos críticos, criativos e participativos. Acredito que as Instituições Públicas têm o dever de garantir atendimento com qualidade. Espero contribuir com o grupo sobre as questões financeiras que fazem parte da gestão escolar e ajudar a resolver a insegurança e o medo de lidar com dinheiro público. Por favor, apresente-se também para que possamos aproveitar melhor este espaço! 

 

Resposta as questões a atividade e leia os materiais de estudo para começarmos a aprender e trocar experiências:

Apresente suas dificuldades para gerenciar os recursos financeiros. Inclua no seu textos a resposta para estas questões:

- Qual a diferença entre recursos de custeio e capital?

- Como cumprir com as obrigações da APM?

- O que é PDDE/Mais Educação ou Integral?

 

Sugestão de materiais para leitura e pesquisa:

- Reportagem do site de Gestão Escolar: Como garantir uma gestão financeira eficiente 

- Resolução nº 02/ 2016 do FNDE 

- Vídeos:

Explicação sobre Educação Integral e o programa Mais Educação 

Modelo de Escola de Tempo Integral na rede estadual de São Paulo 

 

 

Esperamos por sua apresentação e suas contribuições!

0

Comentar

Login ou registre-se para postar comentários

Comentários

Qual a diferença entre recursos de custeio e capital? A diferença é que os recursos de custeio são aqueles destinados à aquisição de bens e materiais de consumo e à contratação de serviço para a realização de atividades de manutenção, necessários ao regular funcionamento da escola. Exemplos: - Papel, cartolina, material de limpeza, giz, tinta de parede, fita de vídeo virgem, material para manutenção e reparo das instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias (fios, tomadas, interruptores, canos, conexões etc); - Contratação de serviços para realização de pintura do prédio, reparos nas instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, e reparo de equipamentos, desde que não sejam contratados servidores que tenham vínculo com a administração pública de qualquer esfera de governo. E os recursos de capital são aqueles destinados a cobrir despesas com a aquisição de equipamentos e material permanente para as escolas, que resultem em reposição ou elevação patrimonial. Exemplo: aquisição de bebedouro, fogão, armário, ventilador, equipamento de informática, retroprojetor, projetor de slides, geladeira, mimeógrafo etc.
curtir
0

Boa Noite! Professora Tânia Pela sua área de atuação Professora de Educação Básica - Infantil e Ensino Fundamental II-História, como é priorizado o destino dos recursos nas escolas que trabalha? Existe muita dificuldade para os membros da APM compreenderem as diferenças entre custeio e capital?
curtir
0

Como cumprir com as obrigações da APM? A APM, por ser pessoa jurídica inscrita no CNPJ/MF (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica do Ministério da Fazenda), deverá cumprir com todas as obrigações fiscais e sociais previstas para esse tipo de entidade. Assim, deverão ser seguidas as orientações expedidas pela FDE, bem como as demais aplicáveis à pessoa jurídica e, especificamente, cumpridas as obrigações estatutárias decorrentes de sua condição de associação sem fins lucrativos. Dentre as obrigações sociais e fiscais as quais as APMs estão sujeitas anualmente, destacamos: • GFIP – Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social • DIRF – Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte • RAIS – Relação Anual de Informações Sociais • DCTF – Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais • DIPJ – Declaração de Informações Econômico-fiscais da Pessoa Jurídica. E para cumprir com as obrigações da APM é imprescindível um planejamento correto, realista e bem orientado, dispondo de um documento que oriente suas ações durante o ano. Os gestores das APMs deverão fazer um planejamento anual das necessidades, despesas, disponibilidade financeira, obrigações fiscais e prioridades da escola tendo em vista o melhor aproveitamento dos recursos disponibilizados pelo Convênio FDE.
curtir
0

O que é PDDE/Mais Educação ou Integral? O Programa Mais Educação, instituído pela Portaria Interministerial nº 17/2007 e regulamentado pelo Decreto 7.083/10, constitui-se como estratégia do Ministério da Educação para induzir a ampliação da jornada escolar e a organização curricular na perspectiva da Educação Integral. As escolas das redes públicas de ensino estaduais, municipais e do Distrito Federal fazem a adesão ao Programa e, de acordo com o projeto educativo em curso, optam por desenvolver atividades nos macrocampos de acompanhamento pedagógico; educação ambiental; esporte e lazer; direitos humanos em educação; cultura e artes; cultura digital; promoção da saúde; comunicação e uso de mídias; investigação no campo das ciências da natureza e educação econômica. Trata-se da construção de uma ação intersetorial entre as políticas públicas educacionais e sociais, contribuindo, desse modo, tanto para a diminuição das desigualdades educacionais, quanto para a valorização da diversidade cultural brasileira. Fazem parte o Ministério da Educação, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o Ministério da Ciência e Tecnologia, o Ministério do Esporte, o Ministério do Meio Ambiente, o Ministério da Cultura, o Ministério da Defesa e a Controladoria Geral da União. Essa estratégia promove a ampliação de tempos, espaços, oportunidades educativas e o compartilhamento da tarefa de educar entre os profissionais da educação e de outras áreas, as famílias e diferentes atores sociais, sob a coordenação da escola e dos professores. Isso porque a Educação Integral, associada ao processo de escolarização, pressupõe a aprendizagem conectada à vida e ao universo de interesses e de possibilidades das crianças, adolescentes e jovens. A Educação Integral também compõe as ações previstas no Plano de Desenvolvimento da Educação, o qual prevê que a formação do estudante seja feita, além da escola, com a participação da família e da comunidade. Esta é uma estratégia do Ministério da Educação para induzir a ampliação da jornada escolar e a organização curricular, na perspectiva da Educação Integral. É elemento de articulação, no bairro, do arranjo educativo local em conexão com a comunidade que organiza em torno da escola pública, mediante ampliação da jornada escolar, ações na área da cultura, do esporte, dos direitos humanos e do desenvolvimento social. O Programa Mais Educação visa fomentar, por meio de sensibilização, incentivo e apoio, projetos ou ações de articulação de políticas sociais e implementação de ações socioeducativas oferecidas gratuitamente a crianças, adolescentes e jovens.
curtir
0

OLÁ, PROFESSORA TÂNIA PDDE - MAIS EDUCAÇÃO OU INTEGRAL CONSTITUI A AMPLIAÇÃO DA JORNADA ESCOLAR. O EDUCANDO TEM MAIS OPORTUNIDADE DE EXPLORAR OS TERRITÓRIOS DOS SABERES. O PROGRAMA PREVÊ TRABALHO VOLUNTÁRIO (MONITOR) E PROJETOS NAS DIVERSAS ÁREAS DO CONHECIMENTO. NA ESCOLA QUE ATUA TEM O PDDE/ MAIS EDUCAÇÃO? SE SIM, COMO SÃO AS AÇÕES?
curtir
0

Apresentação: Sou professora PEB I e PEB II (história), mas trabalho na prefeitura municipal de São José do Rio Preto/SP na Educação Infantil na escola E. M. Soldadinho de Chumbo, com a 2a Etapa.
curtir
0

BOA TARDE! PROFESSORA TÂNIA - VOCÊ ENTENDEU BEM AS DIFERENÇAS ENTRE CUSTEIO E CAPITAL, AS OBRIGAÇÕES DA APM - " instituição jurídica de direito privado, também designada A.P.M, sem fins econômicos, tem por finalidade colaborar no aprimoramento do processo educacional, na assistência ao escolar e na integração Unidade Educacional-Comunidade" e PROGRAMA DINHEIRO DIRETO NA ESCOLA - PDDE, QUE GARANTE MAIOR AUTONOMIA DAS UNIDADES EDUCACIONAIS, REFORÇA A PARTICIPAÇÃO SOCIAL E AUTOGESTÃO ESCOLAR.
curtir
0

Que bom assim ficou mais claro para mim, obrigada, quanto as suas perguntas: como é priorizado o destino dos recursos nas escolas que trabalha? Existe muita dificuldade para os membros da APM compreenderem as diferenças entre custeio e capital? Percebo na minha escola que tudo é bem administrado, e atende bem as necessidades tanto do custeio quanto do capital, quanto a outra pergunta, acredito que todos os membros da APM compreendem as diferenças entre custeio e capital, pois em todas as reuniões nunca percebi nenhuma dúvida dos mesmos.
curtir
0

Boa noite bom desse amado Brasil! sou professor José Adriano da Silva trabalho como professor a 15 anos, a 09 atuo como coordenador na Modalidade de Educação de Jovens Adultos e Idosos, como também em turmas de 6º ao 9º ano, fazendo acompanhamento pedagógico. percebo que precisamos dar passos largos para atuar em uma gestão democrática, percebo que se dar em uma grande corrente de formação e informações para todo corpo que forma uma escola que perpassa por vários âmbitos no ambiente escola desde aos pais dos alunos, alunos, funcionários e toda comunidade local, em suas amplas escalas de valores. Penso ainda que se faz necessário um acompanhamento sério quanto a questão financeira de uma escola, quando nossas escolas recebem dinheiro do PDDE, é de uma responsabilidade tamanha pois estamos mexendo com dinheiro de muita gente. e preciso trançar metas e ações necessárias no coletivo e que esse acompanhamento se faça ao longo do ano!
curtir
0

BOA NOITE! PROFESSOR JOSÉ ADRIANO GERENCIAR A ESCOLA NÃO É UMA TAREFA FÁCIL! POR ISSO QUE SE FAZ NECESSÁRIO A REUNIÃO DOS MEMBROS DA APM E CONSELHO DE ESCOLA PARA JUNTOS PRIORIZAREM OS GASTOS NECESSÁRIOS PARA O BOM FUNCIONAMENTO DAS UNIDADES ESCOLARES E O ATENDIMENTO DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO, VISANDO O BEM ESTAR DOS ALUNOS. AFINAL, O SONHO DE TODO PROFESSOR É TER RECURSOS PARA APRIMORAR SUAS AULAS.
curtir
0

Um pouco sistema simples e adequado de gestão financeira e uma ótima ferramenta de trabalho que contribui para uma gestão de qualidade. Sabendo quanto recebe e quanto paga. Quanto temos este controle fica muito.mais fácil investir quando se sabe quanto dinheiro tem pra isso. A organização e planejamento da escola é a chave para o sucesso
curtir
0

Olá, Jackie Realmente, organização e planejamento são fundamentais para o sucesso. Mais não podemos esquecer que cada recurso destinado as escolas tem as suas finalidades e seus destinos, cabe as escolas de maneira coletiva e democrática priorizar as necessidades de todos sem perde de vista a qualidade dos materiais e serviços. JacKie como são desenvolvidos os Projetos na Escola que atua? A escola que trabalha aderiu ao Programa Mais Educação ou Educação Integral?
curtir
0