Ainda não há contribuições em grupos.

Você ainda não tem amigos adicionados

Eventos

Próximos Eventos

17/03/18
SOBRE O CURSO Discutir os principais aspectos do...
Izabel Soares de Souza
publicou no grupo Cultura leitora na escola

ATIVIDADE 2

As partes e a valorização do livro

Para incentivar a leitura na escola é fundamental a utilização do livro em espécie. Você pode manuseá-lo, apresentá-lo, deixar que os estudantes façam uso dele se apropriando dos textos, ilustrações, biografias dos autores e tudo mais que o livro paradidático pode oferecer.

O trabalho com o livro na escola deve ser realizado com muita descontração, porém com muita responsabilidade. O estudante deve refletir sobre os benefícios da leitura e isso inclui também os cuidados e a valorização do próprio objeto.

Selecionei algumas reportagens e sugiro que vocês façam a leitura:

"É preciso dar sentido à leitura", de Delia Lerner

“Por um país de leitores”, de Ligia Sanchez

Com base no que você leu, divida conosco:

a) Estamos trabalhando a literatura de maneira significativa a ponto de o estudante apropriar-se dos benefícios que a leitura pode trazer?

b) Quais as atividades possíveis de serem usadas com a turma e que ajudariam a desenvolver o hábito da leitura de quem ainda precisa de incentivo?

OBS.: Lembre-se de não criar novos posts. Comente essa publicação clicando em "comentar" no final da atividade.

0

Comentar

Login ou registre-se para postar comentários

Comentários

Infelizmente nem sempre o livro é trabalhado de maneira correta. Ao longo dos meus estágios durante a graduação, observei muitas professoras enviando alunos à Biblioteca para ler um livro como castigo. Outras vezes o livro foi inserido como objeto de estudo através de fichas de leituras exaustivas. Poucas vezes presenciei o livro trabalhado da maneira como deveria ser: uma ferramenta prazerosa e instigante. Sou formada em Letras e tenho especialização em Teoria e Prática da Formação do Leitor. Minhas pesquisas sempre foram voltadas para a formação do leitor infantil e um pouco desses estudos contribuem para que eu utilize os livros de uma maneira melhor. Certamente ainda tenho muito o que aprender, mesmo porque sou jovem de idade e na profissão. Quanto às atividades possíveis cito aquelas que vão além do uso do livro como objeto de estudo de conteúdos das disciplinas diversas, mas também em momentos específicos de leitura por prazer, em atividades como "hora do conto". Existem estudos que afirmam que ao ler para uma criança, o adulto acaba por instiga-la a também querer ler. Mas, claro, existem muitas maneiras de tornar essa prática ainda mais eficaz. Observar as preferências de cada aluno e trazer essas preferências para a sala de aula através do mundo literário pode ser um atrativo. Se um determinado grupo de meninos tem apreço por dinossauros, por que não levar para a sala de aula livros que explorem esse assunto de maneira divertida? Como será que essa prática repercutiria para com esses meninos? Será que mesmo depois dessa experiência, eles continuariam não manifestando interesse pela leitura?
curtir
1

Olá Dayane! Ótimas observações, certamente que o trabalho com o livro paradidático, não tem sido utilizado por grande parte dos profissionais que atuam em salas de aula e bibliotecas escolares. Falando da grande massa é difícil conhecer trabalhos bem elaborados. É comum vermos boas experiências em revistas ou artigos disponíveis em bancos de dados de Universidades, porém não devemos desmotivar. Vamos continuar deixando nossa prática inovadora e instigante. 
curtir
0

Infelizmente, podemos perceber através dos textos que não há de fato, uma cultura leitora nas escolas. Como indicado, o convívio com os livros deve iniciar juntamente a vida escolar do aluno, ainda na educação infantil. Enquanto as crianças ouvem os textos, estão já aprendendo sobre a língua, o que no futuro as ajudará a desenvolver a escrita e o hábito pela leitura. Minha sugestão de trabalho com os livros seriam projetos pedagógicos com livros, durante todo o ano letivo. Trabalharíamos vários assuntos com esses alunos, utilizando os livros e ainda teríamos a proximidade deles com a leitura.
curtir
1

Olá Daiane! De fato os textos revelam que não é comum a pratica leitora na escola. Entretanto percebemos que todos também lembram quão importe se faz essa atividade. Nesse caso cabe a nós incentivar na disseminação dessa cultura. Proponho que o assunto seja levado para discussão em HTPC (Horário de trabalho pedagógico coletivo) e quem sabe assim seja plantada a semente que levará o grupo a se manifestar em favor da leitura.
curtir
1

a) Estamos trabalhando a literatura de maneira significativa a ponto de o estudante apropriar-se dos benefícios que a leitura pode trazer? Tenho feito o possível, pois além de ler para meus alunos todos dias, procurando ser um modelo para eles, apresento uma diversidade de textos, trabalho o reconto, mando toda sexta um livro para casa, para ser lido com a família, depois na roda de leitura, incentivo o reconto de alguns destes livros, faço contação de histórias diversas: avental de história, tapete de história, fantoches, dedoches, me fantasio de alguns personagens, conto história com instrumentos musicais, canto histórias, etc... Acredito que estas atividades respondem a questão b) Quais as atividades possíveis de serem usadas com a turma e que ajudariam a desenvolver o hábito da leitura de quem ainda precisa de incentivo? E também ainda respondendo estas questão, brincamos com trava línguas, recitamos poemas, cantamos poemas, fazemos charadas, entre muitas outras brincadeiras que fazem com que as crianças fiquem com aquelas carinhas maravilhados esperando o será lido ou feito no dia!
curtir
0

Que legal Tânia, maravilhoso seu trabalho, você trabalha com a educação infantil, ou fundamental anos iniciais? A ludicidade é muito bacana principalmente se as crianças forem bem pequenas. No entanto, para incentivarmos a leitura na escola, é muito importante que mesmo que tenha sido uma dramatização, ou qualquer outra performance com os aventais, fantoches, dedoches e/ou outros é muito importante mostrar de onde veio aquela história. Caso tenha vindo dos contos populares, também é importante dizer onde a criança pode encontrar aquele texto caso tenha interesse de lê-lo novamente em outro momento. Parabéns pelo seu trabalho e obrigada por participar. Abraço!
curtir
0

Bem, penso que se formos analisar ao todo não iremos ainda encontrar muitos professores que não ainda não conseguem fazer com que a literatura seja vista e trabalhada de forma significativa, muitos como eu antes de me aprofundar nos conhecimentos da leitura, não via os grandes benefícios que a leitura podia trazer aos estudantes. Tinha conhecimento que a leitura era importante sim, mas não tinha noção dos grandes benefícios. Por isso, acredito que os professores devem sim se apropriar mais sobre esse muito fantástico e encantador da leitura, buscar compreender seus enormes feitos na vida de estudante. Penso que para desenvolver a vontade de ler, temos que começar a ler que nos identificamos, logo o professor deve conhecer a sua turma, saber os gostos preferidos daqueles alunos e com isso iniciar os hábitos da leitura. A partir daí pensar em outros livros e abrir mais os espaços para a leitura. Propor aos alunos que levem os livros para casa... Com certeza, o incentivo maior para que se comece o gosto pela leitura é do professor.
curtir
0

Que bom que você se interessou pelo assunto Danilo, assim poderá incentivar outros colegas a fazer o mesmo. É muito importante nos apropriar de livros indicados para a faixa etária que vamos trabalhar e ficar atentos aos interesses do grupo e as novidades, assim estimulamos a leitura lendo textos que eles gostam. Podemos também pedir que as crianças tragam seus livros, assim podemos ler as sinopses e eles escolhem qual história querem ouvir. Parabéns por sua pratica Danilo.
curtir
1

Sabemos que ainda não temos de fato leitores assíduos como também professores que não busca formas de trabalhar a leitura de forma prazerosa. Sabemos o quão difícil está sendo fazer com que nossos alunos vá a uma biblioteca em busca de algo para ler , hoje alguns preferem a tecnologia(JOGOS) ao invés do livro .É preciso muito incentivo e criatividade para que nossos alunos voltem um pouco mais a leitura podendo utilizar também como recurso a tecnologia que não serve apenas para diversão com jogos etc.
curtir
0

Sabemos que a leitura deve ser incentivada em diversos espaços, mas a escola é fundamental que essa prática seja incentivada constantemente. Até o jogo on-line é um incentivador da leitura, pois as crianças precisam ler as regras para saber como jogar. o bacana é que as crianças entendam a verdadeira importância de saber ler e o quão prazeroso pode ser abrir um livro e explora-lo. Obrigada por participar!
curtir
0

Minha Turma tem entre 5 e 6 anos, e mostro sim para eles o livro primeiro, leio, para eles terem o modelo, falo dos autores e ilustradores, bem como mostro as diversas versões de alguns livros.
curtir
0

Lindo trabalho Tânia, fico feliz em ver toda essa dedicação. É isso aí quanto mais explorar os livros e autores, mais interesse as crianças tem pela leitura. Parabéns!
curtir
0

Olá Izabel, Gostaria de compartilhar que sim. Eu trabalho em uma escola maravilhosa onde desenvolvemos projetos de leitura onde os alunos adquirem o livro e eu monto um projeto de trabalho em cima do livro que envolve a escola e a família. O ultimo que fiz semestre passado foi um livro da autora Magda Trece, Vó Filó a caçadora de maravilhas. Dentre as atividades do projeto vou listar algumas: 1- Leitura na sala do livro, que fala sobre uma avó diferente que gosta de caçar maravilhas e colecionar árvores, chapéus, sombrinhas. 2- Cada aluno juntamente com sua família adotou uma árvore da cidade e deu um nome a ela. 3- Entrevista com os avós. 4- Desfile de chapéus e sombrinhas. 5- Como estavamos trabalhando palavras acentuadas, retirar do livro palavras acentuadas. 6- Trabalhamos o sistema solar e a autora fez uma participação, dizendo seu planeta preferido e os alunos fizeram pesquisa sobre o planeta preferido. Entre muitas outras atividades. Trabalhar a leitura nos dá um leque de atividades que envolvem o professor aluno e família.
curtir
0

Olha Marcela me identifiquei bastante com o seu relato, também trabalho diversos livros com a participação dos alunos e da família, muitas vezes envolvo até minha família e amigos no pacote. E esse é que é o bacana do trabalho com a leitura de livros, você pode levar todos ao imaginário e a aprendizagem colaborativa. Eu amo demais! Parabéns por seu trabalho!
curtir
1

O ato de ler não se fundamenta só em decodificar os sinais gráficos, a leitura vai muito além ela requer compreensão, interação e reflexão. E como toda atividade educativa ela precisa ser bem planejada. Se o professor respeita os conhecimentos que seus alunos trazem e agrega esses conhecimentos a novos conhecimentos com certeza essa aprendizagem será significativa.
curtir
1

É isso aí Aurea, ler é uma ação que vai além da decodificação dos sinais gráficos, a leitura permite ao leitor sentir, imaginar, aprender e muito mais, imagina uma criança em processo de alfabetização que consegue fazer a leitura de um livro simples com ilustrações atraentes, para a criança é como se ela estivesse descobrindo um mundo novo. Obrigada por participar! Abraço!
curtir
0

O ato de ler não se fundamenta só em decodificar os sinais gráficos, a leitura vai muito além ela requer compreensão, interação e reflexão. E como toda atividade educativa ela precisa ser bem planejada. Se o professor respeita os conhecimentos que seus alunos trazem e agrega esses conhecimentos a novos conhecimentos com certeza essa aprendizagem será significativa.
curtir
0

Costumo ler muito em sala de aula, enfatizo sempre para meus alunos a importância da leitura, elaboro diferentes estrategia de leitura, tenho sempre objetivos diferentes ao propor uma leitura, muitas vezes leio um capitulo de uma história fazendo sempre um pouco de mistério para os novo capitulo, as crianças ficam curiosas pra saber o final da história. Tenho plena certeza que é por esses motivos que todos os anos consigo alfabetizar a grande maioria dos meus alunos
curtir
0

Que coisa mais gostosa! Aproveitar o clímax é excelente para deixá-los interessados, e alfabetizar através da leitura é simplesmente um máximo! Parabéns professora!
curtir
0

A literatura nas escolas ainda está longe do ideal acredito que falta formação aos professores para que todos tenham parâmetros para trabalhar de forma prazerosa. É assim contribuir para formação de leitores. Penso que oportunizar a leitura é papel do professor. Como professora de 1 ano do fundamental temos a leitura diária, sala de leitura, o cantinho da leitura onde eles escolhem o que querem ler. O uso de parlendas, trava língua e etc.
curtir
0

Eu acredito que muitos professores tem divesficado o uso dos livros porém uma grande maioria ainda tem grande dificuldade em realizar o trabalho de leitura de forma significativa para os alunos, porém acredito que muitos professores também não tiveram essa aproximação com a leitura desde cedo o que dificulta essa atividade. A leitura deve ser continua e prazerosa, diversificada todos devem ocupar o espaço de leitor professor para alunos e alunos para alunos e professor, de uma forma democratizada.
curtir
0