Ainda não há contribuições em grupos.

Você ainda não tem amigos adicionados

Eventos

Próximos Eventos

17/03/18
SOBRE O CURSO Discutir os principais aspectos do...
Izabel Soares de Souza
publicou no grupo Cultura leitora na escola

ATIVIDADE 1

Bem-vindos a este grupo de estudos!

Acredito que, assim como eu, vocês sejam apaixonados pelos livros! Que tal, juntos, ampliarmos nosso repertório e saber ainda mais sobre como aproximar a literatura de nossos estudantes?

Nos últimos anos, tenho lido com muito mais frequência para meus alunos. Passei a utilizar livros para contextualizar e agregar aos conteúdos do planejamento. Em uma sala de aula é possível trabalhar com livros de diferentes formas, mas acredito que as aulas tornaram-se mais atraentes e que a leitura minimizou os problemas cotidianos da sala de aula. Em um contexto em que podemos encontrar crianças das mais variadas culturas e condições cognitivas, a leitura é algo que pode ser transformador, não é mesmo?

Falar todos nós sabemos, mas participar da aula contribuindo com o que você sabe ou entendeu sobre algum conteúdo, é tarefa difícil para o estudante. Nesta atividade, o objetivo central será pensar na oportunidade de o aluno se expressar, contribuir oralmente. Como conduzir essa tarefa? Primeiramente leia com antecedência o livro e se aproprie do texto e ilustrações, observe tudo que possa haver no livro. Durante a aula, apresente o texto, leia a sinopse e pergunte se as crianças se interessariam em ler aquele livro. Mesmo que a maioria diga que não leria aquele livro, informe que naquele momento será feita aquela leitura e que depois eles poderão dizer se a opinião mudou ou se continuaria a mesma.

Após a leitura, cada criança deverá expor em palavras o que achou do texto, apontar os pontos mais interessantes em suas opiniões, as ilustrações preferidas, entre outros. Neste caso, deixaremos a criança falar sem pressão, em alguns momentos faça perguntas sobre a leitura e pergunte para aquelas crianças que não falaram, mas se elas preferirem não se manifestar, não tem problema, dê um tempo para que ela se sinta segura e à vontade para se comunicar. Deixe as crianças manipularem o livro.

Esta atividade pode acontecer diariamente ou de forma intercalada um dia sim outro não. É comum o mediador fazer a pergunta e logo já respondê-la, neste caso, faremos as perguntas e apenas ouviremos as respostas. Deixe a conversa fluir naturalmente de maneira descontraída, dando a oportunidade de o grupo interagir livremente, se por acaso a conversa se perder procure sempre voltar ao contexto da leitura.

Sugiro livros curtos, com ilustrações coloridas e que façam o aluno refletir sobre o ato de ler, curiosidades ou algo que remeta uma história conhecida retirada de algum livro. Não há uma idade específica para que este processo seja realizado, podemos usá-lo com crianças pequenas, adolescentes e adultos. O reflexo é sempre o mesmo! Eu já testei...

Agora é a sua vez!

Conte um pouco sobre vocês, gostaria saber sobre sua atuação na escola, lembrando e refletindo também sobre o que cada um entende por Cultura leitora na escola. Fale como é o seu contato com a literatura e, se trabalha com a oralidade, conte como ela se desenvolve em suas aulas.

OBS.: Lembre-se de não criar novos posts. Comente essa publicação clicando em "comentar" no final da atividade.

0

Comentar

Login ou registre-se para postar comentários

Comentários

É verdade cara Paula! E é por isso que em minhas aulas procuro sempre trazer a leitura como uma opção para descontrair e aprender muito. Obrigada por participar! Abraço!
curtir
0

Amo fazer leitura de contos simples e de rápida absorção, parece que me descreve a cima , e mesmo com contos antigos da literatura brasileira é possível trazer este conceito para os dias atuais.
curtir
1

Sem dúvida Elisangela! Sou suspeita em dizer, porque amo contos!;) Que bom que se sentiu representada com o texto, me conta mais da sua prática! Obrigada por participar! Abraço!
curtir
0

Recomendo a leitura deste artigo, tudo sobre leitura publicado na nova escola, o artigo aponta vários motivos para se tornar um leitor, além de apresentar alguns pontos para se refletir e quem sabe aprimorar a prática leitora. http://novaescola.org.br/leitura/
curtir
0

Olá Isabel Atualmente estou mediadora de leitura com o projeto de Contar história e que faço parceria com as salas de aula. A oportunidade do diálogo aberto com as crianças antes ou depois de Contar história. Sobre a contextualização, da história, dos personagens, da escritora, do ilustrador associar com o cotidiano escolar é simplesmente incrível. E ter o professor(a) como ouvinte deste momento podendo contribuir para que ele possa repensar em suas práticas de ensino. É muito gratificante.
curtir
0

Que experiência linda Leila! Contar histórias é uma verdadeira arte, parabéns! Para as crianças ouvir histórias serve como um estímulo para que sua imaginação trabalhe, penso que sua prática faz toda diferença para as turmas que você atende. Obrigada por participar do grupo! Abraço!
curtir
0

Boa tarde, me chamo Daiane, sou estudante de Pedagogia, no 4º semestre. Não atuo em escolas ainda, mas procuro o curso para aprimorar minha futura prática. Amo ler, e acredito de verdade que através da leitura podemos mudar a vida das pessoas. A leitura traz conhecimentos concretos que serão utilizados para toda a vida. Para mim, cultura leitora na escola seria o incentivo criado pelos educadores, desde os primeiros anos, para o contato com os livros. Penso que através de bons livros, possam ser realizados ótimos projetos.
curtir
1

Que bacana Daiane, muito bom que você tenha escolhido essa profissão. Posso lhe garantir que terá muitos momentos marcantes para compartilhar com seus colegas! Sem sombra de dúvida a leitura proporciona muitas aprendizagens, agregar os conteúdos planejados a uma boa referência literária faz toda diferença. Obrigada por participar do grupo. espero que goste! Abraço!
curtir
1

Sou professora de Séries Iniciais e também atuo como professora de Linguagens no Ensino Médio. Para mim, propor uma cultura leitora vai além da mediação do professor, mas também para aceitação. O professor precisa os livros escolhidos pelos alunos. Precisa respeitar o gosto literário dos alunos. Conheci muitos professores, inclusive na faculdade, que posicionavam-se contra as leituras realizadas pelos seus alunos, consequentemente desmotivando-os à leitura. Durante minha atuação como professora, proponho leituras previamente escolhidas por mim, mas também sou aberta à escolha da galerinha.
curtir
0

Isso mesmo, professora Daiany, é importantíssimo respeitar o gosto dos estudantes pelos livros. A escola é um ambiente que permite conhecer novos títulos seja vindo do (a) professor (a) ou do educando. Obrigada por participar! Abraço!
curtir
0

Olá, sou professor do Ensino Fundamental II, leciono a disciplina de matemática. Acredito que a leitura na vida da criança faz com que ela se desenvolva mais, faz com que ela tenha uma apreciação pelo mundo fantástico da imaginação. Os primeiros contatos com os livros, penso que são inesquecíveis, e como dizem "o primeiro encontro é o marca" não podemos como professores deixar esse encontro entre o discente e o livro ser algo frustrante, o aluno precisa ser incentivado a ter gosto pela leitura. Meu contato com os livros é maravilhoso, amo por demais ler. Leio livros de romances (Machado de Assis), Ficção, Auto ajuda (Augusto Cury - admiro demais ele-), leio livros de teologia, Leio bastante livros de Química (sou formando em Química) e todos os dias leio jornais. Em minhas aulas sempre levo um pouco de tudo isso que leio e muito mais, meus alunos adoram, pois consigo envolver uma disciplina tida como tão difícil com leitura e cotidiano.
curtir
2

Que incrível professor Danilo! Explorar a imaginação é fantástico, as crianças tornam-se muito mais interessadas em participar das propostas apresentadas por nós, fiquei muito contente em saber da sua prática. Obrigada por compartilhar! Abraço!
curtir
0

Sou professora PEB II (Licenciatura Plena em História e Curta em Geografia) e PEB I (Magistério e Pedagogia). Fiz especialização em Didática do Ensino Básico e Superior, em Psicopedagogia e Violência Doméstica contra Crianças e Adolescentes. Já atuei nas séries iniciais do fundamental, e no ensino médio, também já atuei com jovens e adultos. Atualmente trabalho na Educação Infantil na Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto-SP, com uma turma da 2a Etapa (25 alunos - 5/6 anos), de período integral na E. M. Soldadinho de Chumbo. Gosto muito de cinema e literatura, tenho paixão pela literatura infantil! Procuro ler para meus alunos todos os dias, pois acredito que a forma de despertá-los para a leitura, e para o amor aos livros é apresentando esse universo maravilhoso de livros diversos e de autores fantásticos. Cultura leitora na escola, o que entendo por isso é esse trabalho que fazemos de ler para nossos alunos todos dias, de ser exemplo, de levar uma diversidade de textos, e mostrar como é bom, como é divertido, como é curioso, como é interessante, e tantos outras coisas, para levá-los a serem leitores, e consequentemente escritores, e principalmente a terem amor pelos livros. A oralidade, bem como a leitura diária pela professora, e um trabalho que procuro fazer todos dias com minha turma, pois é fundamental para desenvolvimento da linguagem oral nas crianças. Para isso, procuro fazer com que as crianças participem de situações de comunicação real através de atividades que ajudem as mesmas a desenvolver suas capacidades de expressão oral, estimulando a fala, favorecendo a ampliação do vocabulário e uma melhor comunicação de forma geral, para isso trabalho as seguintes atividades: roda de conversa, roda de música, roda de leitura, reconto de histórias, dramatizações, brincadeiras musicais, histórias cantadas, entre outras.
curtir
0

Que maravilha Tânia e é isso mesmo, ler todos os dias é uma maneira muito boa de incentivar a expressão e o diálogo entre as crianças. Parabéns por seu trabalho. Obrigada por compartilhar suas experiências, abraço!
curtir
0

Trabalhar a leitura é algo gratificante nos tornamos parte da história. Gosto de trabalhar a leitura com música(história cantada) e com teatro as crianças adoram,e participam também.
curtir
0

Boa tarde. Esse assunto é o que mais amo no meu trabalho de professora, a leitura é minha paixão. Sempre desenvolvo projetos de leitura em minhas turmas. Incentivando os alunos a leitura. Contar histórias é comigo mesmo, de forma dinâmica e descontraída sempre fazendo com que os alunos tenham prazer de ouvir as histórias. Utilizo material de apoio como fantoches, roupas, acessórios e bonecos que eu mesma crio e faço para cada história. Leitura é uma paixão que podemos contagiar em nossos alunos.
curtir
0

Marcela, que máximo! Muito bacana sua performance para que seus alunos se interessem pela leitura!Parabéns! obrigada por participar, espero que goste das discussões do grupo!
curtir
0

Maria José persista firme e forte nesse desafio! Imagina uma escola inteira envolvida na leitura! Seria um sonho! Quem sabe se você levar seus professores em alguma oficina de contação de histórias ou trazer alguém bacana que apresente este universo encantador da leitura para eles, pode ser que eles se inspirem e a "coisa" começa a acontecer. Desejo, que seus esforços sejam recompensados em breve. Abraço e obrigada por participar!
curtir
0

como coordenadora procuro instigar muito minhas professoras a leitura diária. Quando entro em sala para cobrir a falta de professores adoro ler para eles.
curtir
0

É isso ai Roseli, o bacana é você ser o exemplo para seus professores, isso faz toda a diferença! Parabéns por sua pratica! Obrigada por participar.
curtir
0

Olá, professora Isabel. Boa tarde. Estou quase terminando o curso de Letras -port/ing e neste semestre precisei incluir 2 estágios obrigatórios, um de cada, para ensino médio. Na faculdade temos analisado e debadito muito e em várias matérias a questão do ensino da gramática por si só. O que é um erro. Entretanto, vejo poucas práticas pedagógicas ou métodos relacionados a esse novo modelo de ensino, que deve ter objetivos de melhoria da leitura, da escrita, da interpretação e da análise de um texto, seja ela escrito ou oral. O que vc tem a me dizer ?????? Beth
curtir
0

Beth que excelente questionamento! Daria uma nova discussão. Falando especificamente da leitura, penso que proporcionar o ato da leitura na escola, não tem por objetivo inicial ensinar gramatica, escrita, ortografia ou algo do gênero. A intenção é apresentar para a leitura e como ela pode ser prazerosa para a criança e aí, a partir desse gosto incentivar os estudos para melhorar a leitura, escrita e oralidade. Quando usamos a leitura para ensinar a escrita, aquilo pode deixar de ser prazeroso para uma criança e passar algo que só se faz como "lição". Que tal ler sem nenhuma intenção de realizar uma tarefa? Você pode ler um livro simplesmente para distrai-los, e depois em um outro momento ler este mesmo livro com o objetivo de ensinar técnicas de escrita, leitura ou algo que queira transmitir. Enfim, só se ensina o estudante a ler, lendo para ele. Se ensina a escrever, escrevendo com ele. a construção coletiva é ótima para quem está com dificuldade de entender como se produzir. Espero que tenha respondido ao seu questionamento. Agradeço por sua participação!
curtir
0

Sou professora do 1 ano do fundamental. A leitura pra mim é uma fonte inesgotável de imaginação, estamos trabalhando com os contos estou muito satisfeita com a participação da sala. Na hora do reconto sempre me surpreendendo com eles. Acredito que um professor leitor faz toda diferença!
curtir
0

Olá, Sou professora do 3º ano em uma escola da rede de São Bernardo, em sala este ano adotei o trabalho de textos diversos com fichas de leitura a partir de poemas de diversos autores, também trabalho com livros diversos e em momentos de roda de conversa temos a oportunidade de compartilhar a leitura tanto os alunos lendo para os outros como também a sugestão literária para os colegas.
curtir
0

Olá,estou no segundo semestre de pedagogia, sou mãe de três crianças amo leitura e faço com que esteja sempre presente no dia a dia deles. Meu filho mais velho de sete anos já tem o hábito da leitura, conversando com o professor compartilhei com ele sobre a possibilidade do meu filho levar gibis e livros toda semana no dia da leitura, pelo que o meu filho conta as crianças adoraram Eu fico feliz,acho ótimo que além de ser leitor, aprenda a compartilhar, distribuir o gosto pela leitura influênciando outros alunos,as crianças têm acesso a maior quantidade de livros e vejo que ele fica orgulhoso. Estou muito ansiosa para estar dentro da sala de aula, poder contribuir e também aprender com eles, mas fico feliz por poder contribuir com a sala. Acredito que é muito importante incentivar a leitura na sala de aula e a participação dos pais faz toda diferença!
curtir
0